Close

O Âmbar Báltico é uma resina fóssil vegetal formada há cerca de 40 milhões de anos por pinheiros (Pinus Succinites), hoje extintos, da região da Escandinávia.

Devido à um aumento na temperatura ambiente naquela época, estes pinheiros começaram a produzir grande quantidade de Âmbar.

Esta imensa quantidade de "Âmbar" foi carregada para o Mar Báltico devido à fatores geográficos,  o âmbar báltico se expalhou principalmente nas regiões de Kaliningrado na Rússia e Lithuânia onde é extraído através de mineração e pesca.

Existem vários pontos de extração do Âmbar espalhados pelo mundo, porém só o Âmbar Báltico desempenha a ação analgésica e anti inflamatória naturalmente, isso porque em sua constituição ele tem o ÁCIDO SUCCÍNICO, é possível encontrar de 3 até 8% desse ácido somente no âmbar Báltico, uma substância terapêutica muito eficaz no combate à inflamações e melhoras no sistema imunológico. Em contato com o calor da pele que absorve tal ácido, inicia-se o processo terapêutico.

Não é incomum vermos pequenas porções de “natureza” no interior das contas de Âmbar, (principalmente pedaços grandes da resina), durante a fossilização pode ter se fundido a resina algum inseto ou outra organela.

Seu uso é bastante comum no continente Europeu, (quase todas as crianças usam o Âmbar Báltico por lá, inclusive é possível encontrar os colares para vender em farmácias) por aqui em terras Brasileiras, vemos uma aceitação crescente da população, cada vez mais o Âmbar Báltico ganha espaço no enxoval básico de bebê brasileiro. Afinal pra que deixar seu bebê sofrendo não é?!?!

 

translation missing: pt-BR.general.search.loading